Peer Instructions

A EQUIPAO PROJETONESTE MOMENTOPeer Instructıons

Um dos objetivos de KEY 1.0, é promover a inovação na aula de ciências, utilizando a discussão entre pares como ferramenta de aprendizagem.

Existem várias formas de ensinar pela discussão. O trabalho que mais utilizamos no âmbito de KEY 1.0, é o do Eric Mazur, professor de física da Universidade de Harvard e porta-voz do método peer instructions.

Podemos pensar na aprendizagem como um processo que acontece em duas fases. Na primeira, conhece-se um conteúdo novo prestando atenção a um orador ou lendo um texto. Na segunda fase, os alunos refletem sobre o conteúdo aprendido e formulam uma sua compreensão.

No ensino tradicional, os alunos são acompanhados na primeira fase e são deixados sozinhos na segunda. Com peer instructions, a situação inverte-se, sendo o papel do professor marginal na primeira fase, que até pode ser cumprido simplesmente sugerindo a leitura dum texto ou a visão dum vídeo, e torna-se crucial na segunda, que acontece segundo o algoritmo que descrevemos a seguir.

1) A professora faz uma breve apresentação dum conteúdo.

2) A professora coloca uma pergunta à turma relativa a este.

3) Caso menos de um terço da turma tenha respondido corretamente, a turma não percebeu, volta-se portanto ao ponto. 

4) Caso mais de dois terços da turma tenha respondido corretamente, a turma percebeu. Explica-se brevemente a resposta correta e passa-se para outro assunto.

5) Caso as respostas corretas sejam entre um e dois terços, os alunos discutem entre eles. Quem respondeu corretamente, mais provavelmente terá compreendido melhor, e terá mais possibilidades de convencer quem não respondeu corretamente

6) Volta-se a colocar a questão.

7) Caso as perguntas corretas tenham aumentado significativamente, o objetivo da discussão foi atingido. Faz-se um último resumo sucinto do conteúdo, e passa-se a outro assunto.

8) Caso as perguntas corretas não tenham aumentado significativamente, recomeça-se do ponto.

Para saber mais, leia os artigos que sugerimos nesta página.

Contacto

Obrigado! Recebemos a sua mensagem
Oops! Houve um problema, a sua mensagem não foi enviada.

Recebemos com prazer questões, críticas construtivas, propostas de colaboração, sugestões e comentários de estudantes, docentes, investigadoras e investigadores na área a pedagogia ou simplesmente leigos curiosos. Para o efeito, pode mandar um email a  keysosracismo@gmail.com ou preencher o formulário à sua direita.