Key Contra o Racismo

CIÊNCIA E INCLUSÃO KEY CONTRA O RACISMO SOBRE AS MIGRAÇÕES DIÁLOGO APRENDIZAGEM E INTUIÇÃO

Os preconceitos e o medo irracional do diferente são inimigos muito difíceis de combater. Os nosso vídeos e as nossas intervenções não podem resolver os problemas que estes trazem. Mas acreditamos que podemos contribuir a fomentar uma atitude aberta e construtiva, que procura as condições vantajosas para todos. É a atitude de quem deseja a todas as pessoas que vivem em Portugal e no Ocidente, quaisquer que sejam a sua história e as suas tradições, que se sintam orgulhosas delas. É a atitude de quem quer que a construção de valores, deveres e direitos comuns, beneficie das mais diversas contribuições, e tenha em vista o bem estar de todas e todos.

A forma melhor de exemplificar isto que conseguimos idealizar, é o trabalho que propomos aos estudantes do esnino secundário: um esforço coletivo para construir autonomamente uma plataforma educativa, que valorize sempre que possível as línguas não dominantes: o romani, a língua duma comunidade migrante, ou uma límngua regional.

Os estereótipos redutores afetam não apenas os racistas descarados. Muitas pessoas, com as melhores intenções e uma grande empatia, tendem a associar a migração apenas com problemas, e tendem a esquecer que os migrantes, nem mais nem menos do que nós todos, são pessoas com criatividade, inteligência e sentido de iniciativa, cuja contribuição para a sociedade pode ser preciosa.

Não temos a pretensão de ajudar ninguém. Pelo contrário. Somos nós que precisamos da ajuda de alunas e alunos. E os migrantes, pela possibilidade de espalhar a nossa mensagem para mais longe, terão um papel particularmente importante nessa ajuda. Temos a esperança que os nossos vídeos sejam úteis a milhares de alunos e alunas promovendo, assim, a ideia de que uma sociedade que inclui todas e todos convém a todas e todos. Não achamos que os direitos fundamentais venham com o ser-se útil à sociedade. São independentes disto. Mas relembrar que somos úteis uns aos outros ajuda a promover a universalidade dos direitos.

Para quem perceba bem o Inglês, deixamos que o ótimo cientista e divulgador Neil Degrasse Tyson explique neste vídeo um conceito parecido com o conteúdo deste artigo, apesar de o fazer num contexto ligeiramente diferente.

Giancarlo Pace
Coordenador Equipa Key 1.0.

Escreva-nos

Obrigado! Recebemos a sua mensagem
Oops! Houve um problema, a sua mensagem não foi enviada.

Recebemos com prazer questões, críticas construtivas, propostas de colaboração, sugestões e comentários de estudantes, docentes, investigadoras e investigadores na área a pedagogia ou simplesmente leigos curiosos. Para o efeito, pode mandar um email a keysosracismo@gmail.com ou preencher o formulário à sua direita.